ZILLI PNEUS

Artigos e Notícias

Dicas

Rodízio dos pneus: entenda a importância e saiba como fazer em seu carro

Rodízio dos pneus: entenda a importância e saiba como fazer em seu carro

O rodízio dos pneus é um procedimento indicado pela maioria das montadoras de carros. Isso porque ele garante o desgaste uniforme dos pneus e ajuda a compensar alguns defeitos, como falta de calibragem, alinhamento e balanceamento.

Mas quando esse serviço deve ser realizado? Como ele é feito? O que levar em consideração? Para entender essas questões, saber como aumentar a vida útil do pneu e manter sua família segura, continue lendo.

IMPORTÂNCIA DO RODÍZIO DOS PNEUS

O rodízio é uma manutenção preventiva que tem como principal objetivo manter a segurança do motorista e dos passageiros, além de equilibrar o desempenho do automóvel, melhorando a dirigibilidade e a frenagem.

Além disso, também é importante lembrar que a maioria dos veículos possui motor e tração dianteira, fazendo com que os pneus da frente tenham um desgaste maior do que os traseiros. Diante disso, o rodízio é uma forma de aumentar a vida útil do pneu.

COMO FAZER O RODÍZIO DE PNEUS

O rodízio consiste na troca de posição entre os pneus. No entanto, embora seja um conceito simples, é importante ficar atento a alguns detalhes.

Tipos de pneus

● Pneu tradicional

Também chamado de simétrico bidirecional, esse é o pneu mais comum nos modelos de carros.

Sua instalação pode ser feita primeiro na parte traseira e depois na dianteira ou do lado esquerdo para o direito. O rodízio mais comum com esse pneu é o revezamento de “x”.

● Pneu unidirecional

O modelo unidirecional traz indicado no próprio pneu o lado em que ele deve ser colocado na roda. Essa orientação é fundamental para manter a eficácia do equipamento durante a rodagem do veículo e evitar o desgaste.

O rodízio nesse tipo de pneu é feito, normalmente, das rodas dianteiras para as traseiras e vice-versa.

● Pneu assimétrico

O modelo assimétrico traz desenhos diferentes na parte interna e externa, indicando qual lado do pneu fica para o lado de dentro do veículo e qual fica virado para fora.

Ele pode ser usado em qualquer tipo de rodízio, sendo necessário apenas observar cada lado a ser posicionado na roda para que o item rode com segurança.

Tipos de rodízio

● Rodízio misto

Esse tipo de rodízio consiste na troca dos pneus dianteiros para a parte traseira e normalmente é feito em carros com tração dianteira.

Além deles, veículos com pneus do tipo unidirecional também costumam optar por esse tipo de rodízio.

● Rodízio cruzado

Esse formato de rodízio dos pneus é recomendado para carros com tração dianteira ou traseira, sendo comum em veículos que usam pneus simétricos e assimétricos.

Nesse tipo de revezamento, primeiro os pneus de trás são levados para frente na forma de X e em seguida os da frente vão para a posição traseira.

● Rodízio em 4×4

A recomendação para veículos com tração 4×4 é fazer o rodízio cruzado, ou seja, em X. Já os modelos 4×4 com pneus unidimensionais podem optar pelo rodízio misto.

Depois do rodízio dos pneus

● Faça o alinhamento e o balanceamento do carro para evitar que os pneus apresentem desgaste irregular.
● Verifique e regule a pressão de inflação.
● Confira as condições das rodas e das válvulas de ar.

  1. Dicas extras

● Se comprar apenas dois pneus novos, coloque-os sempre no eixo traseiro, pois ele é responsável pela estabilidade do carro. Dessa forma, você evita a perda de aderência durante uma freada brusca ou em uma curva.

● O rodízio mais utilizado é o de quatro pneus, que substitui os dois dianteiros pelos dois traseiros. Esse revezamento garante que o desgaste seja sempre uniforme e dá mais estabilidade ao veículo.

● Veículos com rodas de polegadas diferentes entre os eixos dianteiro e traseiro não devem fazer o rodízio.

QUANDO FAZER O RODÍZIO DOS PNEUS?

O rodízio dos pneus varia de acordo com o modelo do carro e, por isso, deve ser feito de acordo com as orientações do manual do proprietário. Caso não haja especificação, a recomendação é fazer o revezamento entre 8.000 e 10.000 km rodados, no caso dos radiais, e 5.000 km, nos diagonais.

No entanto, se o veículo rodar muito e passar por estradas sinuosas ou de pavimentação ruim, é indicado verificar a condição dos pneus com mais frequência para avaliar a necessidade de fazer a troca.

Gostou dessas dicas? Então compartilhe o conteúdo com seus amigos e continue de olho em nosso Instagram para ter mais notícias e informações relevantes.

Você também pode entrar em contato pelo e solicitar um orçamento para seus pneus. Nossa equipe de especialistas está pronta para te ajudar.

Pagamento parcelamento no cartão de crédito
Pagamento parcelado
no cartão de crédito
Descontos especiais para pagamento a vista
Descontos especiais
para pagamento à vista
Compre os pneus e ganhe a montagem
Compre os pneus e
ganhe a montagem
Garantia de qualidade das melhores marcas
Garantia de qualidade
das melhores marcas